#receitasnatal – Bolo da Fortuna e da Sorte – Trazemos para os dias atuais a corrente do bem do Bolo da Fortuna e da Sorte.

# receitasnatal Bake and Cake – Bolo da Fortuna e da Sorte: Vamos formar uma “corrente” virtual da sorte como fez o Padre Pio há séculos atrás?  COMPARTILHE ESTA RECEITA  E MARQUE 3 AMIGOS para quem  desejar FORTUNA E SORTE. ! CLIQUE na foto para ver a receita na VERSAO ORIGINAL ou SIMPLIFICADA. SIGA-NOS em @bakeancakebr (Twitter, Insta, Face) e no Youtube https://www.youtube.com/channel/UCTuHmgFYkIz-GQPjzhO_fbw

image

História: Tudo começou com um pedaço de  fermento amassado pelo próprio Padre Pio (capuchinho italiano, que acabou virando santo pelas  curas que fazia).O processo original compreendia em cultivar o fermento, fazer o bolo e depois passá-lo a 3 pessoas com uma fatia. Aí quem recebia o bolo, cultivava o “fermento” por mais 3 dias, preparava o bolo e distribuia para mais 3 pessoas, formando a “corrente”  da Fortuna.

Até hoje reza a lenda que conforme o fermento aumenta, cresce sua fortuna, sorte e que quando passa para 3 pessoas, cresce a sua fartura e que ao comer o bolo deve-se fazer um pedido. Não custa tentar, afinal a fé move montanhas. Então vamos às versões das receitas?

I) RECEITA ORIGINAL DO BOLO DA FORTUNA E DA SORTE
Primeiro, tem que cultivar o fermento/massa por 10 dias. Segue como fazer isso abaixo:
  • 1º dia: Juntar um copo de açúcar e um copo de farinha. NÃO MEXER
  • 2º dia – Mexer com uma colher de pau; não mexer mais até o 5o dia.
  • 5º dia – Juntar um copo de açúcar, um copo de farinha e um copo de leite – NÃO MEXER
  • 6º dia – Mexer tudo e esperar até o 10o dia.
  • 10º dia – Dividir a massa em 4 porções, sendo uma para utilizar no bolo e outra para doar para 3 pessoas queridas (deve dar pelo menos 3 colheres de chá por porção)

Preparar então o bolo com uma das partes, adicionando:

script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 2 xícaras de açúcar
  • 1 xícara de frutas cristalizadas
  • 1/2 xícara de óleo
  • 1 xícara de nozes picadas
  • 1 maçã verde picada
  • 3 ovos inteiros
  • 1 colher de sopa de baunilha.
  • 1 colher de fermento
Como fazer o BOLO DA FORTUNA E DA SORTE NA VERSAO ORIGINAL : Se fizer o bolo a moda antiga, não é necessário usar a  batedeira. O processo é simples: separar os ingredientes e mexer tudo com uma colher de pau. Untar uma forma com manteiga, polvilhar com farinha e assar a 180ºC. Desenformar e seguir a corrente.
Se ganhar a massa fermentada, tem que cultivá-la por mais 3 dias assim:
  • 1o dia – inicia no dia seguinte que ganhar o fermento. Adicionar 1 xícara de farinha de trigo, 1 xícara de chá de açúcar, 1 xícara de chá de leite morno. Mexer e deixar em repouso até o dia seguinte, em uma vasilha coberta com um pano (bem a moda antiga!)
  • 2o dia –  acrescentar os mesmos ingredientes do primeiro dia.
  • 3o dia – Dividir a massa em 4 partes iguais, usar 1 para preparar o bolo e as demais para entregar para as pessoas queridas com a receita e uma fatia do bolo.
Agora vamos a receita simplificada, dos tempos modernos ? Com menos simbolismo, mas mais praticidade!
II) RECEITA PRATICA DO BOLO DA FORTUNA E DA SORTE OU BOLO DO PADRE PIO (ADAPTADA POR BAKE AND CAKE)
 
Ingredientes:
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 2 xícaras de açúcar
  • 1 1/2 xícara de leite
  • 1 xícara de frutas cristalizadas
  • 3 colheres de sopa de manteiga
  • 1 xícara de nozes picadas (não é moída)
  • 1 maçã verde + gotas de limão para não oxidar
  • 3 ovos (claras separadas das gemas)
  • 1 colher de chá de baunilha.
  • Especiarias: canela, noz moscada (opcional).
  • 1 pitada de sal.
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • Açúcar de confeiteiro para polvilhar

Como fazer a RECEITA MODERNIZADA DO BOLO DA FORTUNA E DA SORTE OU DO PADRE PIO:

  • Passo 1: Separar os ingredientes. Bater a manteiga com o açúcar e as gemas. Enquanto isso, cortar as maçãs, deixá-las de molho em água com gotas de limão e reservar.
  • Bolo da Fortuna e da sorte com as claras incorporadas.
    Bolo da Fortuna e da sorte com as claras incorporadas.

    Passo 2: Adicionar leite, a farinha e a baunilha à mistura de manteiga, açúcar e gemas batidas, misturando bem. Acrescentar os demais ingredientes.  Por último, colocar as claras em neve, incorporando-a levemente para não perder o aerado.

  • Passo 3: Assar em forma untada e polvilhada com farinha de trigo, em forno brando (180oC) por aproximadamente 40 – 45  minutos até que esteja completamente assado (verificar no centro com um palito). Esperar esfriar para desenformar. Salpicar açúcar por cima e servir com uma bola de sorvete de creme (opcional).

    Bolo da Fortuna e da sorte @bakeandcakebr pronto para assar.
    Bolo da Fortuna e da sorte @bakeandcakebr pronto para assar.
Bolo da Fortuna @bakeandcakebr
Bolo da Fortuna @bakeandcakebr

Obs. Levou 1hora e 30minutos  para ficar pronto. Foi necessário apenas uma forma com furo no meio, um bowl (tigela), espátula de silicone, batedeira e forno. 

Agora vamos à conclusão de toda essa história. Que bolo fazer? O original ou o adaptado?

III) CONCLUSÃO
Bem, se você realmente acredita no poder desta corrente, faça o bolo original. Ele tem um simbolismo muito interessante, é um exercício ótimo de paciência, que nos falta nos dias de hoje.
Agora, se você não acha que isso é muito interessante e não acredita neste tipo de corrente, mas curtiu a receita “modernizada”, faça a nossa versão adaptada para a loucura que vivemos no nosso dia a dia.
Aqui no B&C, a gente divulgou o post fazendo a receita modernizada, pela praticidade e também para passar para vocês este conteúdo que achamos super interessante e bacana.
Mas vamos iniciar nossa saga de cultivar o fermento e trazer para vocês o making off de como foi preparar o bolo desde o início. Aguardem!
E para terminar o post, algo diferente. Uma oração do Padre Pio, acho que quem fizer o bolo deveria rezá-la e fazer seu pedido ao comer as fatias do bolo (mas é uma sugestão e não parte da “lenda”)!
 “Jesus, Que nada me separe de Ti, nem a vida, nem a morte. Seguindo-Te em vida, ligado a Ti com todo amor, seja-me concedido expirar contigo no Calvário, para subir contigo à glória eterna; Seguirei contigo nas tribulações e nas perseguições, para ser um dia digno de amar-Te na revelada glória do Céu; para cantar-Te um hino de agradecimento por todo o Teu sofrimento por mim. Jesus, que eu também enfrente como Tu, com serena paz e tranqüilidade, todas as penas e trabalhos que possa encontrar nesta terra; uno tudo a Teus méritos, às Tuas penas, às Tuas expiações, às Tuas lágrimas a fim de que colabore contigo para a minha salvação e para fugir de todo o pecado – causa que Te fez suar sangue e Te reduziu à morte. Destrói em mim tudo o que não seja do Teu agrado. Com o fogo de Tua santa caridade, escreve em meu coração todas as Tuas dores. Aperta-me fortemente a Ti, de maneira tão estreita e tão suave, que eu jamais Te abandone nas Tuas dores. Amém!” (Padre Pio de Pietrelcina)
Que a vida traga sempre sorte e fortuna para todos nós e especialmente para aqueles com quem você (com)partilhar este bolo virtualmente ou na vida real.

Siga-nos em

Cadastre-se em nosso canal para receber nossos posts.

Um beijo
Cris Muratori
Fontes: para a elaboração deste post, utilizamos como base a informação disponível no site Casa da Margô e também do Criticozinha. A receita original tiramos do Criticozinha. Oração: Wikipedia.

Deixe uma resposta