Leites veganos : 5 receitas para viabilizar uma dieta #fit sem lactose.

Leites Veganos (de aveia, inhame, coco, amêndoas e arroz) – Para quem não pode ou quer viver sem Lactose, apresentamos 5 receitas muito fáceis e factíveis de “Leites Vegetais” para substituir o Leite (e a Lactose) nos alimentos. Siga-nos em bakeandcake.blog.br e no Youtube https://goo.gl/5oX8Wp

O Leite, por “natureza” é um alimento de origem animal e que contém a Lactose, um açúcar presente nele e em seus derivados. Para quem tem intolerância, um dos problemas é buscar alimentos que não tenham esta substância.

Para substituir o Leite e os inconvenientes que algumas pessoas tem com o seu consumo (na maioria das vezes associado a Lactose), existem alternativas de produzir o que se chama de “Leites” Veganos, ou o que , de acordo com a definição da Anvisa para o “Leite de Coco”, podemos chamar genericamente de “uma emulsão aquosa extraída de um vegetal por processos mecânicos adequados”.  E desta forma, surgem opções como os “leites” de aveia, inhame, coco, amêndoas e arroz (entre outros), que são muito fáceis de fazer e principalmente úteis para situações de intolerância.

Dificuldade: Fácil

Tempo de Preparo: varia de acordo com a receita

Durabilidade: Em média os leites vegetais duram 3 dias na geladeira.

Utensílios: Tigela, Chaleira, Peneira, Recipiente limpo e esterilizado para o leite vegetal.

Equipamentos: Fogão ou Microondas, Geladeira (conservar)

Ingredientes e Modo de Fazer das 5 Receitas de Leites Veganos:

  1. Leites Veganos – “Leite” de Aveia
  • 1 xícara de aveia em flocos
  • 2 xícaras de água filtrada

Modo de Fazer do “Leite” de Aveia :

Passo 1: Coloque a aveia de molho em uma tigela por 20 minutos. Descarte a água do molho e Bata a aveia com as 2 xícaras de água filtrada no liquidificador.  Coe em uma peneira ou usando um tecido para conter bem os resíduos. Está pronto!

Vantagem : Muito factível do ponto de vista econômico, pois a aveia é barata e também bastante rica em fibras. O resíduo da aveia batida pode ser usada para fazer bolos e outras produções que levam o ingrediente.

Desvantagem : A aveia pode conter glúten, e portanto, não serviria para uma dieta sem glúten, ao menos que na embalagem o fabricante informe que ela é 100% livre de contaminação cruzada. Algumas receitas pedem para bater a aveia com água morna, o que torna o “Leite” mais cremoso, porém torna mais difícil o processo de coar.

2. Leites Veganos – “Leite” de Inhame

  • 2 inhames sem casca, picados (leia sobre os tipos de inhame no modo de fazer)
  • 5 xícaras de água filtrada.

Modo de Fazer do Leite de Inhame:

Antes precisamos esclarecer uma confusão danada sobre o que é o inhame (de verdade). O Cará (Dioscorea alta) é uma herbácea trepadeira, com tubérculos feculentos, e que muitas vezes e em algumas regiões é confundido com o inhame. Esta confusao deve-se ao nome do cará em espanhol (ñame) e em italiano (igname).

Já o Inhame de verdade tem o nome científico de Colocasia esculenta, e é popularmente conhecido como toro, é um tubérculo tipicamente tropical originário do Sul da Ásia. A parte comestível é o caule subterrâneo que possui polpa branca e folhas.

Tanto o Cará, quanto o inhame, tem obrigatoriamente que ser consumido cozidos, porque contém substâncias que são indigestas e podem fazer mal ao organismo.

Feito este esclarecimento, para fazer o leite vegetal de inhame (taro), descasque o inhame, coloque-o em uma panela com água fria, deixe ferver e após fervura, deixe por mais 5 minutos. Retire o inhame do fogo , descarte a água, lave-o bem. Ponha o inhame (taro) cozido no liquidificador com 3 xícaras de água. Bata bem e adicione água restante, até obter um leite espesso. Coe e reserve para uso em suas receitas.

Vantagem: O leite vegetal de inhame tem um bom custo, tornando viável $$$ sua utilização. Fica bem cremoso, pois o inhame tem amido, que quando aquecido torna-se um espessante.

Desvantagem: pode não ser encontrado com tanta facilidade quanto outras raízes e ainda tem a “confusão” sobre o inhame (nos textos não sabemos qual o inhame que as pessoas se referem, tomem cuidado!). Mas é fato que o inhame-taro só deve ser consumido cozido para não causar mal estar e algumas reações indesejadas em seu consumo (idem para o cará, do qual não estamos tratando aqui, mas vale reforçar).

3. Leites Veganos – Leite de Coco 

  • 1 xícara de polpa do coco
  • 5 xícaras de água quente

Modo de Fazer do Leite de Coco: Bater os ingredientes no Liquidificador, coar e reservar para uso posterior.

Vantagem: É um sabor mais conhecido, pode também ser comprado pronto. Também é uma opção bastante viável economicamente e muitas vezes encontrado “pronto”, industrializado com mais facilidade.

Desvantagem: Retirar a polpa do coco dá um bom trabalho e nem sempre encontra-se o coco fresco com facilidade. Para o leite a polpa é somente a parte branca. Embora seja benéfico a saúde, a polpa do coco tem maior concentração de gordura e não é recomendado o consumo excessivo.

4. Leites Veganos – Leite de Amêndoas

  • 1 xícara de amêndoas sem casca
  • 2 a 3 xícaras de água filtrada

Modo de Fazer  do Leite de Amêndoas: Numa tigela funda, ponha as amêndoas. Adicione água suficiente para cobri-la completamente. Deixe de molho, coberta com filme PVC por no mínimo 12 horas. Escorra esta água e bata no liquidificador com a medida indicada acima e coe em peneira bem fina (pois os grânulos não podem passar pela peneira).

Custom Search

Vantagem:  Une sabor (adocicado) com excelentes propriedades nutricionais (“gorduras do bem” ).  A sobra das amêndoas pode ser utilizada para produzir doces e bolos deliciosos.

Desvantagem: O tempo de molho (deixe durante a noite e nem vai perceber…) e o custo das amêndoas, torna esse leite caro. Ainda sai muito mais barato fazer em casa, mas mesmo assim a amêndoa não é barata.

5. Leites Veganos – Leite de Arroz

  • 1 xícara de arroz cozido (integral ou branco)
  • 2 a 3 xícaras de água
  • Essência de Baunilha

Modo de Fazer o Leite de Arroz: Bata o arroz cozido com a água, coe e reserve.

Vantagem: Se utilizar o arroz integral, haverá melhor aproveitamento dos nutrientes e o “leite” terá melhor valor nutricional (mais fibras e vitaminas). Fonte de carboidratos.

Desvantagem:  Textura rala e tem sabor característico do arroz, sendo recomendado adicionar essência de baunilha para neutralizar este sabor.

Pronto!  As receitas são bem simples, e podem ser feitas em casa com facilidade e com um custo bem acessível (a maioria delas).

Mas alertamos….Como o Leite (origem animal)  é uma importante fonte de proteínas, sua substituição pelos leites vegetais deve ser feita de modo a recompor estas proteínas com outros alimentos. Assim, antes de fazer qualquer substituição por conta própria, consulte um Nutricionista.

Veja algumas receitas sem lactose #fit do Bake and Cake:

Bolo de Banana Com Aveia – sem açúcar.

Bolo de Banana com Aveia - Receita
Bolo de Banana com Aveia, sem glúten, sem lactose e sem adição de açúcar.

Bolo de Maçã #fit de Liquidificador

Bolo de Maçã de Liquidificador, sem farinha e sem leite - Receita #fit
Bolo de Maçã de Liquidificador, sem farinha e sem leite

 

Um forte abraço, e mais uma vez, lembramos vocês para nos seguirem em nossas redes sociais :

Se quiser, deixe seus dados abaixo para pertencerem ao nosso maravilhoso universo da gastronomia e receber nossos comunicados exclusivos!

Um beijo e até a próxima técnica ou receita,  porque aqui vocês sabem, a gente cozinha, gosta e posta!

Cris Muratori

Bake and Cake – Seu Canal Interativo Gourmet

Fontes:

Nutrição e Técnica Dietética – Sonia Tucunduva Phillipi, 2a edição.

Anvisa

 

 

 

 

 

Um comentário

Deixe aqui seu comentário