ASSAR – uma técnica culinária, com alguns segredinhos! Bake and Cake.

assar, tecnica culinaria
assar – como assar qualquer alimento – técnica culinária

 

 

Assar - veja como assar qualquer alimento, de uma carne a um peru.... afinal , somos o Bake and Cake, apaixonados por tudo que é Baked (Assado). Inscreva-se no Youtube.

Como assar qualquer alimento.

assar, tecnica culinaria
assar – como assar qualquer alimento – técnica culinária

Assar – Quando escolhemos os temas que seriam abordados no nosso    canal , de cara veio a palavra: assados.  Resumimos em algumas palavras todas as qualidades desta técnica (de assar):

  • Prática: muitos pratos podem estar prontos ou quase prontos e serem aquecidos no forno.
  • Menos Calórica: em comparação com frituras.
  • Economia de Tempo: o tempo de forno, libera para fazer outras coisas.

Por isso, somos “Bake”, porque amamos tudo o que vai ao forno. Então resolvemos compartilhar a maneira certa de fazer um assado e obter o melhor resultado.

Parte I – Assar – Técnica

  • O que é, equipamentos: Método de calor seco, que utiliza o forno como equipamento. A cocção acontece pelo aquecimento da parte externa, que aquece o alimento e faz com que seus sucos naturais virem vapor e penetrem no alimento, cozinhando-o por completo. Durante a cocção, o alimento perde líquidos, que podem ser usados para preparação de molhos.
  • Utensílios: é necessário uma grelha suspensa sobre uma assadeira, que coletará os sucos do cozimento. A gordura do alimento neste caso tem um papel fundamental (principalmente para a carne), pois quando aquecida ela penetra no interior da peça umedecendo-a e deixando-a mais saborosa.
  • Tempo de Preparo: O tempo de cocção varia de acordo com o alimento escolhido: sua maciez, tamanho e sendo bem realistas, em relação ao forno.
  • Equipamentos: um bom forno, que chegue em altas temperaturas e que possa ser regulado com facilidade é um grande aliado deste método.

ASSAR – Passos para ter um bom assado :

  1. Marinar (opcional) – fazer a marinada com aromáticos e líquidos, colocar em saco plástico, retirar o ar e levar para a geladeira pelo tempo necessário para a preparação. É altamente recomendado marinar os alimentos duros e fibrosos.
  2. Adicionar Gordura – Algumas carnes com pouca gordura precisam ser Lardeadas (processo pelo qual se insere a gordura = bacon, por examplo na carne) ou Bardeadas ( processo pelo qual envolve-se a carne com fatias de gordura = bacon em fatias, por ex.). Este processo é feito para agregar sabor e umidade e para que não ressequem quando assadas e é ideal para carnes magras, com pouca gordura.
  3. Alta temperatura inicial – Pré-aquecer o forno e assar em alta temperatura no início do processo é fundamental. Isto porque nestes primeiros momentos a carne precisa ser selada, o que garante  perda de sucos e a desidratação excessiva, que ocasiona falta de umidade (alimento seco)
  4. Abaixar a temperatura – Regular a temperatura para evitar que o alimento queime – uma vez dourado por fora ou com uma crosta, a temperatura pode ser reduzida para terminar o cozimento;
  5. Deixar descansar (momento relax do assado, rss) – Descansar o assado antes de cortá-lo, para que a carne absorva os sucos da cocç˜o e fique úmida.
  6. Nada de líquidos frios – Não adicionar líquidos frios ao alimento durante a cocção, para não interromper o cozimento.

Importante – dicabakeandcake: Quando dominamos uma técnica, podemos executá-la com vários alimentos e não ficamos presos a uma única receita! Se pintar alguma dúvida, deixem o seu comentário para que possamos esclarecer. Agora vamos a parte II, a nossa Receita.

 

Um forte abraço, bem caloroso.

Cris Muratori

Bake and Cake

Seu Canal Interativo Gourmet

logo original
logo

3 comentários

Deixe aqui seu comentário